Passeando pelo infinito

Com esta instalação imersiva, o artista francês Serge Salat convida os visitantes a fazer uma viagem através de camadas infinitas de espaço, decorado e arquitetado com formas cúbicas, painéis de espelhos, luzes que mudam de cor e música. “Além do Infinito” é uma experiência multi-sensorial, multimídia, que mistura um pouco da cultura da China Oriental com a Renascença Ocidental”, diz o artista.
.
Inspirado pelos Jardins Suzhou, uma obra-prima da paisagem chinesa, as linhas do  I Ching é o padrão principal, que organiza o espaço desse trabalho de forma um tanto mítica. Salat usa espelhos para criar ilusões de ótica, explodindo o ambiente para o infinito espacial.

Além de seus trabalhos artísticos, Serge Salat também é arquiteto e autor de livros sobre temas de arte visual, labirintos, arquitetura sustentável e planejamento urbano. Seu trabalho é influenciado pela filosofia taoísta chinesa e pensamento pós-estruturalista.

O infinity room ficou instalado por três dias no Westgate Mall, em Shangai, do dia 16 ao dia 18 deste mês. A instalação passará, ainda, por beijing, chengdu, dalian, xi’an, zhengzhou, shenzhen, e hangzhoy, ficando três dias em cada cidade.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s