Documentário Street Art – FAILE

[vimeo http://vimeo.com/34902815]

Pequeno documentário sobre algumas imagens usadas pelos street artists FAILE, uma colaboração de PatrickMcNeil e Patrick Miller.

Anúncios

Street Art nas ruas do Leblon

Em um dia de chuva, frio e cinzento como foi o de hoje, nada melhor do que andar pelas ruas podendo contemplar bonitos desenhos..

Faixada de casa abandonada na Rua General St. Martin

Faixada de uma farmácia ainda fechada pela manhãSuper espirituoso, não acham!? Um colorido super gostoso para o início do meu dia..

Street Art com cimento por Isaac Cordal

Cement Eclipses é um projeto de pesquisa do espaço urbano que circula entre os campos da escultura e da fotografia. A escultura é usada como ponto de partida e a fotografia como uma testemunha da execução das instalações para posterior visualização ou exposição.

O projeto foi iniciado em 2006 por um escultor espanhol chamado Isaac Cordal, como um projeto nômade.. e foi crescendo.. hoje, Ciment Eclipse pode ser visto em áreas urbanas de várias cidades européias, como, Berlim, Londres,Bruxelas, Liège, Barcelona, Vigo, etc.

Os bonequinhos pequenos (cerca de 25 cm de altura) são feitos de cimento, e suas cópia são reproduzidas usando moldes de silicone. Estas são pequenas figuras que representam uma espécie de metamorfose em que o homem deixa seus papel como cidadão, camuflando-se com a cidade, virando quase que um móvel ou um enfeite.
O artista quis destacar o isolamento voluntário do ser humano no que diz respeito à natureza, escondido entre as calçadas, ruas e paredes, tornando o ambiente urbano em seu habitat natural.
As imagens que vemos aqui, segundo o artista, é uma reconstrução daquilo que vivemos, de uma forma um tanto irônica.

Isaac Cordal quer criticar nosso comportamento social, e diz que, seu trabalho, “refere-se a uma inércia coletiva que nos leva a pensar que nossas ações de pequeno porte não podem mudar o curso da história. Eu acredito que cada pequeno ato pode contribuir para uma mudança. Muitas pequenas mudanças podem trazer de volta as atitudes sociais que manipulam a inércia global para transformá-lo em algo mais positivo.”

Em última instância, seu trabalho tem um fundo poético, pois tornam as pequenas figuras, sobreviventes do meio urbano.

[vimeo http://vimeo.com/731788]

Photorealistic Street Art

Usando o óleo, acrílico e guache, a artista Jessica Hess recria arte de rua em suas telas.. em detalhes tão precisos que mais parece uma fotografia. Trata-se, no entanto, de pinturas. Com sua máquina fotográfica em punho, ela sai tirando fotos de cidades, como, paredes pichadas, lajes, superfícies decrépitas, etc. Suas pinturas trazem à luz a decadência das obras dos homens, ou da natureza querendo recuperar seu espaço perdido.
.
Nas palavras da artista:
.
“Você tem o arquiteto que projetou o edifício, os artistas de rua que alteram a sua superfície, a Mãe Natureza colocando tudo para baixo, e eu, tendo tudo isso. Esses locais são realmente tudo aquilo que consigo ver em uma cidade. Não sou uma turista típica. Eu vou direto para os piores bairros e zonas industriais nos arredores das cidades.”
.
Este é o resultado:

Quer conhecer mais o trabalho dessa artista? Entre no site dela: www.jessicahess.com, ou, caso você esteja por São Francisco, ela está fazendo uma exposição solo na White Walls Gallery. A exposição vai até o dia 24 de setembro deste ano.

White Walls Gallery

835 Larkin Street

San Francisco,CA 94109

Every Picture Tells a Lie

O mural “Every picture tells a lie” do artista de rua britânico Banksy, foi redescoberto em Berlim neste fim de semana, oito anos depois de uma galeria ter pintado por cima dele para abrir espaço para novas obras.

O mural recém-recuperado foi pintado em spray em 2003 para uma exposição em uma galeria de arte contemporânea na capital da Alemanha e sua “descoberta” fez parte de um projeto de arte de Brad Downey, um artista norte-americano radicado em Berlim, cuja exposição é intitulada “What lies beneath” (O que está embaixo) e concentra-se nas camadas da pintura.

Leia mais sobre a descoberta de Banksy, relacionada ao projeto de Brad Downey no G1.