As Aventuras de Tintim – Denise Araripe Pinturas

Tem exposição nova no pedaço! Denise Araripe, artista de mão cheia e mãe de um queridíssimo amigo meu, Pedro Araripe, inaugurou na semana passada a exposição Denise Araripe Pinturas, que faz uma releitura das histórias de Tintim, que, junto com seu cão Milu e o Capitão Haddock, são protagonistas da série de livros do autor belga, Hergé.

Imagem

Denise inspirou-se na discussão criada pela viúva do autor que processou o artista francês Bob Garcia por inserir Tintim em seus livros. Em uma das obras, a artista replicou repetidamente a seguinte frase: “Artigo 47 da Lei 9.610/98”, lei brasileira que trata da liberdade de uso das imagens.

Imagem

Imagem

ImagemImagem

ImagemImagemImagem

Paulo Sérgio Duarte, diretor do Centro Cultural Cândido Mendes, selecionou a mostra: “Denise é uma artista neo-pop. O ressurgimento do pop, com as apropriações que carrega, se dá em um novo contexto, diferente dos deslocamentos de objetos que se dão na sobras de Duchamp e Warhol. Tudo é mais veloz, e essa discussão está na ordem do dia”.

A mostra tem 13 paineis incríveis sobre o tema. Não perca, pois a exposição ficará em cartaz somente até o dia 17 de fevereiro!

Centro Cultural Cândido Mendes
Endereço: Rua Joana Angelica, n. 63, Ipanema

Exposição: 17 de Janeiro a 17 de fevereiro de 2012
Horário: 2° a 6° de 14 às 20hrs sabado 16 às 20hrs

Photorealistic Street Art

Usando o óleo, acrílico e guache, a artista Jessica Hess recria arte de rua em suas telas.. em detalhes tão precisos que mais parece uma fotografia. Trata-se, no entanto, de pinturas. Com sua máquina fotográfica em punho, ela sai tirando fotos de cidades, como, paredes pichadas, lajes, superfícies decrépitas, etc. Suas pinturas trazem à luz a decadência das obras dos homens, ou da natureza querendo recuperar seu espaço perdido.
.
Nas palavras da artista:
.
“Você tem o arquiteto que projetou o edifício, os artistas de rua que alteram a sua superfície, a Mãe Natureza colocando tudo para baixo, e eu, tendo tudo isso. Esses locais são realmente tudo aquilo que consigo ver em uma cidade. Não sou uma turista típica. Eu vou direto para os piores bairros e zonas industriais nos arredores das cidades.”
.
Este é o resultado:

Quer conhecer mais o trabalho dessa artista? Entre no site dela: www.jessicahess.com, ou, caso você esteja por São Francisco, ela está fazendo uma exposição solo na White Walls Gallery. A exposição vai até o dia 24 de setembro deste ano.

White Walls Gallery

835 Larkin Street

San Francisco,CA 94109

Double Exposure – Pakayla Biehn

Parece um sonho.. daqueles lindos e gostosos que não queremos mais acordar. Assim são os trabalhos de Pakayla Biehn. Parecem fotos… mas também não são. São sobreposições de pinturas mesmo.. e incrivelmente bem feitas. Os trabalhos de Pakayla impressionam pela peculiaridade. Munida de tinta à óleo e acrílica, além de uma boa dose de talento (e bote talento nisso!!), a artista reproduz em suas telas esse instigante efeito fotográfico, alcançado pela dupla exposição de um negativo. Não por acaso, a série de pinturas leva o nome de Double Exposure.

Seu trabalho diz respeito à sua deficiência congênita da visão, o estrabismo. Usando sua própria identidade, como inspiração para suas pinturas e instalações, seu objetivo é encontrar uma linguagem visual para negociar o cruzamento de imagens e criar uma perspectiva semelhante para dar ao espectador uma compreensão de sua própria situação óptica.

Seu trabalho explora a fronteira entre o real e o imaginário, e a importante intersecção da tecnologia e da arte orgânica.

Andy Warhol na Gagosian Gallery

Começa amanhã, dia 16 de setembro, na Gagosian Gallery, em NY, a exposição “Liz” de Andy Warhol. São retratos de Elizabeth Taylor, musa eterna e amiga íntima do artista.

Aclamada como uma das melhores atrizes de todos os tempos, Liz teve uma vida pública altamente carregada de dramas e escândalos. Era, portanto, inspiração perfeita para Warhol, que a retratou de diversas formas, copiando fotos da imprensa, filmes e publicidade. Warhol fez mais de cinqüenta retratos dela ao longo de sua vida.

Andy Warhol (1928-1987) é considerado uma figura importantíssima do movimento Pop Art dos anos 1960 e marcou uma época. Ele trabalhou prodigiosamente através de uma vasta gama de meios, incluindo pintura, fotografia, desenhos, escultura, cinema (foram sessenta filmes experimentais entre 1963 e 1968), televisão (“TV de Andy Warhol”, em 1982 e “Andy Warhol Fifteen Minutes”, em 1986), publicação (revista Interview e vários livros), entre outras performances. Apoiou produtos, apareceu em anúncios e fez negócios, dando nova interpretação para a interação entre a arte e a sociedade. Um

Se estiver por NY, não perca! A exposição fica em cartaz até o dia 22 de outubro deste ano.

Gagosian Gallery

Retrospectiva de Kooning no MoMA – NY II

Lembram quando falamos aqui no blog sobre a retrospectiva do lendário Willem de Kooning!? Naquela oportunidade falamos também que será a primeira grande exposição do MoMA dedicada a toda a carreira do artista, considerado um dos artistas mais importantes e prolíficos do século passado.

A exposição, que poderá ser vista apenas no MoMA, apresenta uma oportunidade única para estudar o desenvolvimento do artista ao longo de quase sete décadas, começando com seus primeiros trabalhos acadêmicos, feitos na Holanda antes de se mudar para os Estados Unidos, em 1926, concluindo com sua última pintura abstrata do final dos anos 80.

A exposição conta com mais de 200 obras do artista, tanto de coleções públicas como privadas e ocupará a galeria inteira do sexto andar do Museu.

Não vai conseguir ir até NY para conferir a exposição!? Não fique chateado! O MoMA resolveu facilitar as vidas daqueles que não vão conseguir contemplar a exposição pessoalmente. Trata-se de um tour virtual pela exposição!!! Claro que não é a mesma coisa do que andar pelos corredores do MoMA.. e, é claro, você também não estará em NY! Mas não se decepcione! Veja do conforto da sua casa mesmo que já está bom demais : )

Entre no site artinfo.com e confira!!

Se for sortudo e estiver por lá..a exposição abre ao público no dia 18 de setembro de 2011 e vai até o dia 9 de janeiro de 2012. E se você for membro do MoMA, você poderá ainda assistir a exposição sem bagunça. O Museu escolheu os seguintes dias e horários para você admirar com bastante calma a exposição:

Quarta-feira, 14 de setembro, 9:30 a.m.–5:30 p.m.
Quinta-feira, 14 de setembro, 9:30 a.m.–5:30 p.m.
Sexta-feira, 16 de setembro, 9:30 a.m.–8:00 p.m.
Sábado, 17 de setembro, 9:30 a.m.–5:30 p.m.